Páginas

Translate

A menina e o violino


Tenho poucas palavras. O que não serve de desculpas. Então posso contar que os tênis da menina eram pretos amarrados por cadarços, sem serem os da marca mais conhecida. Já gastos, com as laterais das solas bem brancas. De todo o certo capricho da mãe para a primeira apresentação. Ela usava jeans clareado pelas sucessivas lavadas. A camiseta era padrão, usada por toda a orquestra. No cabelo, novamente o carinho da mãe em forma de tiara com laço de renda comprada em feira.

Imagem Internet
Ela olhou duas vezes para o público ausente. Não sorriu. A vida até ali não lhe dera motivos. Voltou-se para a postura e, ao comando do maestro, começou a acariciar as cordas do violino. As notas davam-lhe brilho, leveza e liberdade. Levantei-me, aplaudi de pé e os poucos sentados imitaram-me. Ela curvou-se, espantada, não sorriu. Havia outros curvados, mas ela roubava-lhes a presença.

Depois, atrás do palco, vi-a com as mãos trêmulas, embalando o instrumento como se fosse a boneca mais cara, que nunca nem sonhara ter. Imaginei-a na casa sem adornos da cidade pobre vizinha ao bairro mais nobre da capital. Infância cercada pela luta diária onde os sonhos mais íntimos são tempos perdidos. Perguntei-lhe o nome, a idade. Virou-se, olhou-me nos olhos e, sem sorrir, contou-me o segredo.

15 comentários:

  1. emocionante. desejo que a musica possa ressuscitar as emoçoes
    dos mestres e que aflore talentos.

    obrigada pela partilha.


    (tá apaixonante este fundo colorido)


    Beij0

    ResponderExcluir
  2. oi Ro

    gostei do novo layout do blog.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. A música cria pontes através dos universos, e toca os corações com a mesma profundidade! abraços

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde Rovênia... histórias assim a gente vê de monte , e que bom que mesmo com as dificuldades o sonho permanece vivo dentro de todos que almejam uma condição melhor.. abração e um lindo dia pra ti

    ResponderExcluir
  5. Ola Rovênia uma emocionante história,com grande reflexão!
    Nada é impossível.
    Quem sabe ser uma grande violinista.
    bjs amiga
    Carmen Lúcia-mamymilu

    ResponderExcluir
  6. Vários contrastes, não é? A menina mais simples que toca um instrumento nobre; ela vem de uma casa simples, e toca num bairro chique... Quem determina a classe social de determinado tipo de cultura? Eu digo que música é música, independe de classe social... toca do mesmo jeito, não é? :)

    Beijão, Rovênia!

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    os instrumentos oferecem a melodia que nos faz ter paz e motivação.
    A Menina ao tocar um instrumento tão nobre e difícil, prova que independentemente da sua origem, é possível tocar.

    Abraço

    ag

    ResponderExcluir
  8. Os sonhos nunca devem morrer....se em nossa existência conseguirmos realizar o sonho (mais sonho mesmo!)ao menos de uma pessoa podemos nos considerar afortunados.
    Amei o novo layout do blog...muito lindo e artístico tudo haver...
    beijos
    Joelma

    ResponderExcluir
  9. Que lindo,tocante,Rovênia!Tens a capacidade de encantar!beijos,chica

    ResponderExcluir
  10. Adorei, mas quero conhecer o segredo!

    ResponderExcluir
  11. E agora estou sem palavras!!!! Que beleza de episódio nos trazes Rovênia!

    Sensacional!!

    ResponderExcluir
  12. Bom dia.
    Nesse amanhecer,quero lhe desejar um més de novembro com muito amor,com muita paz e alegrias.
    Que seja um lindo més para todos nós.
    Um ótimo final de semana.
    Que Deus lhe abençoei e lhe guarde.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Rovênia, a suas composições sempre encantam, aos olhos causam admiração. Aplausos. Bjos.

    ResponderExcluir
  14. Os sons tem o poder de nos levar a terras nunca vistas àqueles sonhos de menina.
    Linda prosa Rovênia _vou imaginando-a cada dia mais linda!
    um abraço

    ResponderExcluir

Faça o seu comentário!